top of page

Desafio: Melhore a Segurança Digital com o Gerenciamento da postura de segurança de sua nuvem (CSPM)

Com o cenário que estamos vivendo hoje, pode se dizer que os desafios de Segurança Digital são constantes. A transformação Digital ampliou as oportunidades nas organizações com os avanços tecnológicos simplificados, otimização de sistemas, e uma profunda conexão das empresas com clientes.

Quando refletimos sobre a Transformação Digital & Segurança Digital , como você visualiza os impactos?

Os avanços tecnológicos, trouxeram muitos benefícios e vantagens, mas aumentou riscos de ciberataques, pois organizações tem dificuldade de ter controle dos acessos dos usuários, ter visibilidade, aplicar postura e políticas de segurança.


Para ajudarmos inúmeras organizações, trouxemos um tema importantíssimo que é gerenciamento de postura de Segurança da Nuvem. Você já ouviu falar?


O Gerenciamento de Postura na Nuvem (CSPM) é uma categoria de solução automatizada de segurança de dados que monitora, identifica, alerta e remedia não conformidades, riscos e configurações erradas em ambientes em nuvem, como AWS, GCP e AZURE.


Em um relatório Innovation Insight for Cloud Security Posture Management , a empresa de análise Gartner, definiu o CSPM como uma categoria de produtos que automatizam a garantia de segurança e conformidade, e entregam à necessidade de controle adequado sobre as configurações de infraestrutura de nuvem. De acordo com o Gartner, a adoção de soluções CSPM foi forte nos últimos 2 anos, projetada para atingir 25% de crescimento ano a ano, à medida que mais organizações as reconhecem como uma ferramenta essencial de segurança em nuvem.


Mas porque Empresas precisam de CSPM?


A adoção de serviços e aplicativos baseados em nuvem tem transformado como Empresas e funcionários fazem negócios, permitindo elevar a produtividade e flexibilidade. Mas como essas ferramentas estão abertas à Internet e prontamente disponíveis para qualquer pessoa, elas podem expor as empresas a um risco maior de ameaças à segurança cibernética, incluindo violações de dados. Apesar do treinamento e dos melhores esforços de todos, as vulnerabilidades são constantes e por consequência surgem problemas de segurança, colocando dados confidenciais em risco.


Líderes de negócios e segurança de TI trabalham constantemente para abordar:

  • Violações de dados resultantes de configurações incorretas da infraestrutura de nuvem, que podem expor enormes quantidades de dados confidenciais, levando a responsabilidade legal e perdas financeiras.

  • Conformidade contínua para aplicativos e cargas de trabalho em nuvem, o que é impossível de alcançar usando ferramentas e processos tradicionais.

  • Desafios na implementação da governança em nuvem (visibilidade, permissões, aplicação de políticas nas unidades de negócios, falta de conhecimento sobre controles de segurança na nuvem), que crescem junto com a adoção da nuvem dentro da organização.

Entre eles, as violações de dados recebem mais atenção e são responsáveis ​​pelos maiores danos. Por exemplo:

  • O relatório IBM Cost of a Data Breach 2019 estimou que o custo médio de uma violação é de US$ 8,2 milhões nos EUA e US$ 3,9 milhões globalmente. E a perda de confiança do cliente, e a consequente perda de negócios, é o maior componente desse cálculo de custo médio.

  • Um relatório de 2020 da Risk Based Security mostra que 15 bilhões de registros foram expostos em 2019, um salto significativo em relação aos anos anteriores, sendo 4 violações causadas por bancos de dados mal configurados que expuseram 6,7 bilhões de registros no quarto trimestre de 2019.

  • O relatório IBM X-Force Threat Intelligence Index 2020 mostrou um aumento de quase dez vezes ano a ano nos registros expostos, devido a configurações incorretas, representando 86% do total de registros comprometidos em 2019.

Como funciona o CSPM?


De um modo geral, o CSPM protege você de três maneiras:

  1. Fornece visibilidade de seus ativos e configurações de nuvem. O CSPM descobre configurações incorretas, alterações em políticas ou meta-dados, e ajuda você a gerenciar todas essas políticas por meio de um console centralizado.

  2. Gerencia e corrige configurações incorretas. Ao comparar suas configurações de nuvem com os padrões do setor e outras regras pré-criadas, o CSPM reduz o erro humano que pode aumentar o risco de violações dispendiosas.

  3. Descobre novas ameaças potenciais. O CSPM monitora seus ambientes de nuvem em tempo real para acesso inadequado e anomalias que podem indicar atividade maliciosa.


Confira os principais recursos CSPM


Abaixo o que o CSPM pode fazer com mais detalhes. Os serviços CSPM podem aproveitar os recursos de automação para corrigir problemas sem intervenção humana, e realizar monitoramento contínuo, pois:

  • Identifica o seu ambiente em nuvem e monitora a criação de novas instâncias ou recursos de armazenamento, como buckets do S3.

  • Fornece visibilidade de políticas e garante uma aplicação consistente em todos os provedores em ambientes multi-cloud.

  • Examina suas instâncias de computação em busca de configurações incorretas e impróprias que possam deixá-las vulneráveis ​​à exploração.

  • Analisa seus buckets de armazenamento, em busca de configurações incorretas que possam tornar os dados acessíveis ao público.

  • Audita a aderência e conformidade regulatória, como HIPAA, PCI DSS e GDPR.

  • Realiza avaliações de risco em relação a estruturas e padrões externos, como os apresentados pela Organização Internacional para Padronização (ISO) e pelo Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST).

  • Verifica se as atividades operacionais (por exemplo, rotação de chaves) estão sendo executadas conforme o esperado.

  • Automatiza a correção ou corrige-as com o clique de um botão.


O desafio que muitas soluções CSPM enfrentam é que, como produtos pontuais, elas não podem se integrar adequadamente às ferramentas de segurança e proteção de dados de uma organização. Isso fornece visibilidade em silos, o que aumenta os riscos de segurança e prolonga a resposta a incidentes.


Nós resolvemos de forma exclusiva a visibilidade, identificando e corrigindo automaticamente configurações incorretas de aplicativos como parte dos recursos abrangentes de proteção de dados.


Automatizamos a segurança e a conformidade para ativos e aplicativos em nuvem, oferecendo visibilidade contínua e reforçando a adesão ao conjunto mais abrangente de políticas de segurança e estruturas de conformidade. Como uma oferta de SaaS, o CSPM permite integração perfeita com a infraestrutura de nuvem do cliente, coleta rápida de dados, painéis abrangentes e relatórios.


Oferecemos suporte a integrações com vários provedores de nuvem — fornecendo integração contínua que permite a correção automática. Os clientes podem aplicar facilmente seus padrões de segurança de informações corporativas em seus provedores de IaaS (por exemplo, Amazon Web Services (AWS), Microsoft Azure, Google Cloud Platform) e aplicativos SaaS para evitar violações de dados relacionadas a configurações incorretas.


Fornecemos suporte e conformidade através de +2.700 políticas em 16 padrões, incluindo NIST, CIS, PCI DSS, SOC e melhores práticas recomendadas pela AWS, além disso aplicamos definições de segurança que melhoram a eficiência de DevOps. Permitimos que as organizações criem benchmarks personalizados e privados e oferecemos suporte a ambientes de aplicativos de grande escala.


Convidamos você a acelerar sua Segurança Digital, e CSPM é a solução que sua Empresa precisa para garantir a segurança em Nuvem com segurança, baixo esforço e proteção continua.




CSPM é parte de uma solução completa de Proteção de Dados, que também incluí Cloud Data Loss Prevention, Cloud Browser Isolation e Cloud Access Security Broker (CASB).



18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page